PREFEITURA E SOCIEDADE CIVIL SE REÚNEM PARA DISCUTIR OS SERVIÇOS PRESTADOS PELA ENEL


Foi realizada na manhã da última terça-feira (1/11), na sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, uma reunião entre representantes da Prefeitura e da Sociedade Civil para discutir os problemas causados pela falta de energia no fim de semana e os serviços prestados pela Enel. O encontro contou com a presença de mais de 50 pessoas dentre elas o Prefeito Rafael Miranda, a Vice-prefeita Drª Patrícia Coelho, representantes da Associação Comercial (Acecam), da OAB, do Conselho Comunitário de Segurança (CCS), da Cerci, dentre outros.


“Esta reunião que marcamos pra hoje tem como objetivo discutirmos juntos quais ações tomaremos em relação ao descaso que aconteceu no último fim de semana aqui no município após queda de energia. Entendemos que acidentes podem acontecer, mas é inadmissível que uma religação de energia elétrica faça a população ficar até 24 horas sem energia. Eu tomei o cuidado de ligar para alguns prefeitos da região e o problema só estava acontecendo aqui. A nossa proposta é a criação de uma Ação Civil Pública para resolver a questão, pois não é razoável que o município não possua um posto de atendimento de emergência da Enel”, disse o Prefeito.


O presidente da Acecam destacou a proatividade do governo municipal. “É muito gratificante quando temos reunião com vários representantes da sociedade. Eu particularmente fico muito feliz em participar e vendo a preocupação do executivo municipal, que há muito tempo não vemos, com questões como essas. A associação está à disposição na busca de resoluções de problemas como esse”, destacou Carlos Trugilho.


A reunião também contou com apoio do CCS e OAB. “Em nome do conselho de segurança, quero parabenizar a iniciativa do governo municipal em realizar essa reunião. O que se viu no fim de semana, e ficou claro pra mim, é que a Enel não tinha um plano de contingência para o ocorrido”, disse Celso Vilardo – Presidente do CCS. “O município pode contar com o apoio a OAB no que for preciso para que possamos resolver a questão da melhor forma possível”, reforçou David Ruas - presidente da Subseção da OAB municipal.


“Vamos agendar uma reunião com a Enel, mas já autorizei a Procuradoria que inicie os procedimentos para que tomemos as medidas cabíveis quanto ao ocorrido, vamos tratar a Enel com respeito mas com rigor”, concluiu o Prefeito.


Na reunião foi criada uma comissão de acompanhamento com a participação da Prefeitura, Acecam, OAB, CCS, Cerci e associação de moradores da Castália e Guapiaçu. O encontro contou com a presença de diversos secretários municipais, representantes da iniciativa pública e privada de vários segmentos do município.


Prefeitura de Cachoeiras de Macacu #maispertodevocê